Como trabalhar no Canadá cuidando de crianças e adultos




POR MARCIO ROLLEMBERG
Na semana passada o OiToronto publicou uma reportagem sobre a escassez de pessoas para cuidar de crianças, idosos e portadores de necessidades especiais no Canadá. Diversas famílias estão contratando esses profissionais fora do país, e alguns brasileiros podem se candidatar para o cargo.
Para aplicar nessa categoria, o candidato precisa comprovar experiência na área, falar inglês ou francês, e estar disposto a dormir na casa de quem irá trabalhar. O salário em Toronto varia de $1400 a $2100 por mês. “Apesar de ser exigido um tempo mínimo de um ano de experiência na área, as famílias estão a procura de profissionais que tenham trabalhado por pelo menos três anos, além de ter um nível elevado de inglês”, diz Ian Minton, um dos proprietários da agência de empregos Execu-Nannies em Toronto.
É importante ressaltar que candidatos do sexo masculino têm menos chance de serem contratados nessa área, principalmente para cuidarem de crianças. Porém, existem alguns rapazes que trabalham assistindo idosos e adultos com necessidades especiais.
Apesar da contratação de profissionais estrangeiros para cuidar dos mais necessitados no Canadá, houve uma redução no número de pessoas que entram no país todos os anos através dessa categoria. Em 2010 foram 8.394, enquanto em 2007 essa quantidade ultrapassava 13 mil.
É possível que o motivo da redução tenha sido as maiores exigências quanto à admissão desses trabalhadores. A partir de agora, quem quiser contratar alguém de fora precisa arcar com toda a despesa relacionada à contratação do empregado, incluindo seguros de saúde, contra acidentes de trabalho e passagens aéreas.
O OiToronto ensina passo-a-passo como aplicar na categoria Live-In Caregiver, possibilitando o candidato a trabalhar na função, morar no Canadá, e se qualificar para a residência permanente no país depois de dois anos ou 3900 horas de serviço prestado.
  • Antes de mais nada, é necessário que alguém que more legalmente no país aceite contratá-lo como empregado para cuidar de uma criança, idoso ou portador de necessidade especial. Essa pessoa precisa entrar em contato com o Human Resources and Skills Development Canada/Service Canada (HRSDC/SC) para apresentar uma proposta, demonstrando interesse em contratar alguém do exterior. Devem ser incluídas informações como o salário que será pago e as condições empregatícias (todos os custos que devem ser arcados por quem está lhe admitindo- como seguro de saúde e contra acidentes de trabalho, passagens aéreas, e despesa com a contratação), suas tarefas no novo emprego, horas de trabalho, dias de folga e termo de rescisão de contrato). Após ser analisado e aprovado pelo HRSDC/SC, um documento chamado Labour Market Opinion (LBO) (opinião sobre mercado de trabalho) favorável à contratação será emitido. Uma cópia do mesmo deverá ser usada para a aplicação da permissão de trabalho.
  • O mesmo contrato, analisado previamente pelo HRSDC, deve ser assinado por você e por quem está lhe contratando. Um modelo desse documento pode ser adquirido na internet. Não é preciso que seja igual, mas é necessário incluir todas as cláusulas indicadas como obrigatórias.
  • Comprovação de conclusão do segundo grau completo. Documento deve ser traduzido para o inglês ou francês.
  • Fluência em inglês ou francês. É preciso saber falar, ler e escrever em um dos dois idiomas.
  • Comprovação de experiência de no mínimo um ano trabalhando na área que será ocupada no Canadá (como babá ou assistente de idoso, por exemplo). O aplicante deve ter trabalhado no setor nos últimos três anos antes da aplicação. A falta de experiência pode ser substituída pela comprovação de um curso feito em período integral de no mínimo seis meses, na área em que deseja atuar (educação infantil, cuidados geriátricos, primeiros socorros e enfermagem são alguns dos campos aceitos). É importante ressaltar que os oficiais de imigração são extremamente exigentes quanto à essa cláusula, e caso seja descoberto que o aplicante mentiu, esse será deportado.
  • Antes de embarcar para o Canadá, é preciso conseguir uma permissão de trabalho. Todas as informações podem ser obtidas em português no site da Embaixada do Canadá no Brasil.
  • Todos os documentos, incluindo o comprovante de pagamento, devem ser enviados para o seguinte endereço: Consulado Geral do Canadá no Brasil- Setor de Vistos – Centro Empresarial Nações Unidas- Torre Norte- Avenida das Nações Unidas, 12901, 16 andar. Brooklin. São Paulo-SP. Cep- 04578-000).
  • O candidato terá que passar por uma entrevista, onde um oficial de imigração fará perguntas para ter certeza de que o candidato se qualifica para a posição. Também será necessário fazer exames de saúde e apresentar atestado de antecedentes criminais. Caso seja aprovado, o aplicante irá receber uma carta junto com um visto. Ao chegar no Canadá, receberá das mãos do oficial de imigração a permissão para trabalho para atuar nessa função.
  • O aplicante não é obrigado a trabalhar com a mesma família durante todo o tempo em que estiver no Canadá, mas somente poderá atuar cuidando de pessoas. Após 2 anos ou 3900 horas de serviço, será qualificado para aplicar para um visto de trabalho aberto (que permite trabalhar em qualquer área) e residência permanente.
foto: Ed Yourdon

Artigo extraido do Blog 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ola Amigos, deixe aqui seu comentario