Motivação, sucesso e renda passiva


2276783536_b89caa2db3_z
Neste artigo, vamos falar sobre como a criação de fluxos de renda passiva acontece na prática, e ainda como essa realidade se compara a trabalhar num emprego tradicional. O que vou compartilhar aqui pode surpreender você.
Em um trabalho típico, você está diretamente trocando suas horas de trabalho por dinheiro. Você pode receber um pagamento por hora ou um salário fixo em troca do tempo dedicado ao serviço, e talvez ainda um bônus por produtividade ou horas extras. Para continuar recebendo seus pagamentos, você precisa estar presente continuamente, trabalhando. Se você parar de trabalhar, também para de receber.

Com a renda passiva você geralmente não receberá nada num primeiro momento. Inicialmente você trabalha para criar e  alavancar um sistema que gere um fluxo de renda de longo prazo. Quando seu novo fluxo de renda se inicia e a fase passiva começa, pode ser que não tenha que trabalhar muito pra manter o fluxo.

Renda passiva é uma estratégia entre muitas para ganhar dinheiro. Ela não necessariamente dita uma escolha particular de carreira. Você pode fazer muitos tipos diferentes de trabalho utilizando as estratégias de renda passiva para monetizá-lo.

Renda Passiva vs. Ativa

Suponha que você seja um escritor. Uma forma de obter renda ativa seria conseguindo um emprego escrevendo para revistas ou jornais. Você seria pago para escrever artigos que seu empregador publicaria e que seriam de propriedade dele. Você receberia um salário do seu empregador pelos serviços prestados. Nesta situação, se você parar de trabalhar, também para de receber.

Agora suponha que você ofereça seus talentos de escritor como um trabalhador autônomo. Você vende seus serviços a pessoas e empresas. Faz isso como freelancer, sendo pago por cada trabalho que você conclui. Isso também é renda ativa. Se você parar de trabalhar, sua renda cessa.

Agora suponha que você escreva um livro e feche um contrato de publicação com uma editora. A editora distribui seu livro pelas livrarias e também vende pela internet. Ela lhe envia cheques de royalties duas vezes por ano baseando-se nas vendas do livro. Você recebe uma porcentagem do que ela recebe por cada cópia vendida. Cinco anos depois você ainda está recebendo cheques. Seus royalties são renda passiva. Mesmo que você pare de trabalhar depois que seu livro for publicado, continuará recebendo o pagamento. Pode ser que você continue sendo pago pelo mesmo trabalho pelo resto da sua vida. Seu livro pode eventualmente ser comprado por pessoas que ainda nem nasceram.

Perceba que em todos os casos sua carreira básica é essencialmente a mesma. Você ainda é o mesmo escritor. Você está apenas utilizando estratégias diferentes para gerar renda. Você poderia até aplicar as três estratégias simultaneamente, trabalhando num emprego tradicional, como freelancer, e também escrevendo livros para serem publicados.

A qualquer momento, você é livre para gerar renda ativa, renda passiva ou usar estratégias combinadas. Você não precisa necessariamente sair do emprego para estabelecer fluxos de renda passiva. Certamente algumas pessoas terão mais facilidade para começar a gerar fluxos de renda passiva mantendo o emprego do que aquelas cujo emprego e tarefas do cotidiano consomem todo o seu tempo e energia.

Às vezes você pode até ser pago para criar seus fluxos de renda passiva. Por exemplo, o escritor pode receber da editora um adiantamento pelo seu livro. Então esse escritor não só recebe renda passiva de longo prazo, como também é pago para criá-la.

Em que resulta a Renda Passiva?

Quero que você comece a pensar de que maneira sua vida seria impactada se você dedicasse um tempo para criar fluxos de renda passiva. Suponha que você consiga. E aí?

Como seria sua vida se você estivesse recebendo $100 a mais por mês de renda passiva? E que tal $500? $2.500? $10 mil? 50 mil?

Em que momento você deixaria de pensar isso não faz muita diferença para isso seria bom ou isso realmente seria um alívio?

Que quantia te faria pensar eu poderia largar meu emprego? Ou, Nossa… eu realmente poderia melhorar meu estilo de vida com essa renda?

E se quiser ir além disso, quando você começaria a pensar, Hmmm… imagine o que eu faria se ganhasse tudo isso sem ter que trabalhar muito? O que eu faria com o meu tempo livre?

Você pode se surpreender ao saber que uma das razões pelas quais as pessoas evitam ganhar renda passiva é ter que se confrontar com a última pergunta. As pessoas geralmente passam tanto tempo distraídas pelo trabalho árduo do cotidiano, contas e obrigações sociais, que raramente pensam nas questões maiores. Suponha que você tenha muito sucesso com renda passiva. O que acontece depois?

Se o resultado disso parecer sem graça, vazio e sem significado, isso o impedirá de prosseguir. Você irá se autossabotar antes que conquiste alguma coisa.

A Renda Passiva fará de você um sucesso ou um fracasso?

O que você faria com o seu tempo se não tivesse que trabalhar e mesmo assim o dinheiro continuasse entrando na sua conta bancária mês a mês? Você jogaria vídeo games, usaria drogas ou ficaria sentado assistindo TV e comendo o dia todo?

Na verdade, até que eu conseguisse responder a essas perguntas com seriedade, foi muito difícil começar a criar renda passiva. Minha resposta varia de tempos em tempos, mas a essência é que quero passar minha vida crescendo, criando e compartilhando. Eu quero continuar acrescentando algo de valor ao universo. Enquanto eu continuar fazendo isso, independente de quanto dinheiro estarei ganhando, me sentirei feliz e realizado.

A ironia é que se você responder a essa pergunta honestamente, provavelmente sairá algo que você poderá fazer facilmente mesmo estando sem grana, embora talvez não no mesmo nível.

Devido aos meus fluxos de renda passiva, eu poderia ser muito preguiçoso se quisesse. Eu poderia ficar sentado sem fazer nada por semanas a fio, e minhas contas ainda estariam em dia. Para algumas pessoas isso pode parecer o paraíso, mas essa realidade possui seus próprios desafios. Se você não tiver cuidado, pode facilmente cair em depressão severa nesse tipo de situação. As pessoas adquirem muita realização através do trabalho. Se você não tiver mais que trabalhar, ainda assim conseguirá se motivar para vencer novos desafios, ou fará muito pouco ou nada só porque você pode?

Muita gente criou fluxos de renda passiva suficientes para cobrir todas as suas despesas, e acabaram depressivas e apáticas. Algumas tentaram manter a esteira rolando, criando ainda mais fluxos de renda passiva. Mas como não havia paixão, eventualmente a motivação se apagou.

Qual é a sua motivação?

Na epoca em que estava sem dinheiro e todo endividado, prestes a decretar falência, eu me perguntei o que faria da vida se estivesse sempre nessa situacao.

Foi uma pergunta interessante porque me ajudou a passar por cima das distrações momentâneas das contas que eu precisava pagar e que estavam sempre no topo da minha lista de prioridades. Eu percebi que o que eu queria realmente fazer era criar e compartilhar. Eu notei que isso era algo que eu sempre poderia fazer, independente de quanto dinheiro eu tivesse. Essa mudança de mentalidade me permitiu ser mais feliz e realizado, e dar uma reviravolta na minha situação financeira, tudo em menos de um ano.

Foi essa mentalidade também que me ajudou a criar fluxos de renda passiva, pois quanto mais eu fazia isso, menos eu me distraía com questões materiais, e mais tempo eu tinha para projetos criativos.

Minha vida flui bem quando eu me lembro de usar meu tempo para atividades criativas como escrever, palestrar e criar workshops. Mas não flui tão bem quando eu sinto que meu tempo não está sendo bem utilizado.

Pode ser prematuro pensar nisso agora, mas eu acho muito importante. Se lá no fundo você sabe que o resultado de criar renda passiva será um fardo pra você – que vai acabar vivendo como um grande fracassado dia após dia – então será que você vai ter a motivação necessária para chegar lá ?

Mas se, por outro lado, você consegue vislumbrar uma situação agradável e realizadora, então será muito mais fácil criar fluxos de renda passiva de uma forma mais pacífica e natural. Ainda assim você terá trabalho, mas pelo menos não estará lutando internamente o tempo todo contra si próprio.

Como mencionei num post anterior, já faz milhares de anos que as pessoas ganham renda passiva. Então é claro que você também pode aprender a fazer isso. A única coisa que realmente tem o poder de te impedir é você mesmo.

Além da propaganda

Eu sei que há muita propaganda em torno da renda passiva. Sim, é legal. Sim, ela pode aliviar muito a pressão financeira. Sim, pode fazer muita diferença no seu estilo de vida. Eu devo dizer que muitas das propagandas são verdade. Como disse Earl Nightingale, “Nada pode ocupar o lugar do dinheiro nas áreas onde o dinheiro atua.”

Mas suponha que você chegue lá. Suponha que você cubra todas as suas despesas com renda passiva. E depois? O que você fará com o seu tempo? Você ficará realmente feliz fazendo isso, anos após ano, década após década? Ou se sentirá ainda mais perdido do que se sente agora?

Eis o que eu sugiro. Escreva uma pequena declaração de visão para você, talvez algumas frases ou um parágrafo sobre como você escolheria viver se todas as suas despesas fossem cobertas por renda passiva e você realmente não precisasse trabalhar para pagar as contas.

Depois deixe essa declaração de lado, e olhe pra ela amanhã assim que acordar. Aí se pergunte se você realmente ficaria feliz nesta situação. Se você achar que não, reescreva a declaração. Tente deixar claro como seria o resultado pessoal da renda passiva. Veja se consegue criar um cenário onde você fosse de fato muito feliz.

Por fim, se você ainda não está agindo pra realizar o que escreveu na sua declaração de visão, o que está esperando? Você poderia começar de alguma forma na sua situação atual se realmente quisesse?

Dinheiro é combustível, não solução

Se você não está agindo agora, por que acha que não continuaria sem agir mesmo depois de ter criado seus abundantes fluxos de renda passiva? Se você se permitir usar a falta de dinheiro como uma desculpa agora, simplesmente irá usar uma outra desculpa quando tiver mais dinheiro. Dinheiro não é a cura para a doença de ceder a desculpas esfarrapadas. Então se você identifica esse comportamento em você, sugiro que comece a trabalhar hoje para superá-lo.

Os efeitos do dinheiro são mais multiplicativos do que transformativos. O dinheiro intensifica quem você já é. Então se você é o tipo de pessoa que se esquiva de uma visão maior hoje, adicionar mais dinheiro a essa situação só irá piorar as coisas. Muitas pessoas que possuem muito dinheiro também possuem muito mais obrigações para usar como desculpas para acabar não fazendo o que gostariam de fazer. O dinheiro não elimina a criação de desculpas, apenas a aumenta.

Pode parecer ótimo ter bastante tempo livre para se divertir, mas um estilo de vida baseado somente em diversão provavelmente não trará muita realização. A maioria das pessoas parecem encontrar realização em trabalhos significativos. Sim, você ainda pode se divertir e viajar e todas essas coisas boas. Mas pense um pouco em qual trabalho você desejaria realizar se não tivesse que trabalhar por dinheiro. Essa é uma pergunta interessante pra responder. Igualmente importante é perguntar: Por que, de alguma jeito, você ja não está fazendo esse trabalho agora?

Eu pessoalmente sinto que o benefício número 1 de ter todas as minhas despesas cobertas por renda passiva é poder continuar trabalhando mais com o que eu gosto. Também posso trabalhar do jeito que eu quiser — onde eu quiser, quando quiser, como quiser e com quem eu quiser. Mas para manter os sentimentos de realização e significado em minha vida, o trabalho deve continuar. Não posso simplesmente ficar no modo diversão pra sempre.

Você perceberá que, se já estiver caminhando em direção ao seu objetivo maior em algum nível, criar fluxos de renda passiva será muito mais fácil. Esses fluxos o ajudarão a ter foco e superar as distrações.

Mas se você estiver usando desculpas esfarrapadas como a falta de dinheiro, falta de tempo ou as obrigações do seu trabalho para distrair você de seu objetivo — mesmo que de alguma forma você ainda tenha tempo para entrar no Facebook, mandar torpedos, enviar emails, ler blogs, assistir TV, etc. — aí eu aposto que você não vai conseguir criar muita renda passiva. Você é do tipo que virá com alguma desculpa para desistir, e até ler essa série é apenas outra distração pra você.

Então o que quer que seja que você ache que poderá começar a  fazer quando estiver vivendo o sonho de total abundância financeira, comece a fazer isso agora de alguma forma. Arrume uma forma de inserir essas tarefas na sua vida, mesmo que seja apenas por algumas horas por semana pra começar. E se você não tem tempo, pare de entrar no Facebook e enviar torpedos, e abandone a TV.

                                                                                                 
Veja Tambem:
1) O que é Renda Passiva?
3) Estabelecendo sua meta de renda passiva
4) Comprometa-se com a sua meta de renda passiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ola Amigos, deixe aqui seu comentario