Mau hálito: Suas causas, tratamentos e consequências. (Parte 3)


Como prevenir?

A halitose tem solução! Conheça 10 dicas para conquistar um hálito fresco e agradável:
1.   Realize diariamente, após as refeições, uma boa higienização dos dentes com o uso do fio-dental e escova macia. É muito importante a prevenção às doenças, ou seja, aprender a técnica correta de escovação com o cirurgião dentista ou com um(a) TSB (técnico em saúde bucal), profissão até recentemente denominada THD (técnica em higiene bucal).
2.   Para portadores de doenças da gengiva (doença periodontal e gengivite) ou para quem usa aparelho ortodôntico ou próteses removíveis ou totais recomenda-se a utilização de escovas especiais e técnica de escovação especializada ensinada pelo cirurgião dentista ou por uma TSB (técnica em saúde bucal).
3.   Fazer a limpeza da língua delicadamente com uma técnica adequada, que deve ser selecionada de acordo com o seu grau de formação de saburra lingual
4.   Fazer refeições regulares, a cada 4 horas, dando preferência a alimentos fibrosos, para estimular uma maior produção de saliva.
5.   Tomar no mínimo 2 litros de líquido diariamente, pois isso aumenta a produção de saliva e hidrata o organismo e a boca, prevenindo a formação de placa bacteriana.
6.   Não utilizar enxaguatórios bucais com álcool, que ressecam a boca e induzem a formação de placa bacteriana.
7.   Escolher enxaguatórios e produtos que tenham comprovação científica sobre as principais causas da halitose.
8.   Controlar seu nível de estresse com alimentação saudável, exercícios físicos regulares e uma rotina de lazer e/ou relaxamento.
9.   Se ocorrer sangramento em sua gengiva ao escovar os dentes ou utilizando o fio dental, procurar um Cirurgião Dentista. Se o problema for somente a Gengivite, aprender a técnica correta de escovação com o cirurgião dentista ou com uma TSB (técnica em saúde bucal) resolverá o problema; entretanto, se houver doença periodontal, é fundamental procurar ajuda especializada, com um especialista em Doenças da gengiva (Periodontista). 
10.   Evitar o consumo excessivo de alimentos que possam alterar o odor do hálito (alimentos odoríferos):
  • alimentos com alto teor de proteína e gordura animal (salame, mortadela, etc.);
  • alimentos com alto teor de enxofre (repolho, couve flor, etc., além de alho e cebola crus ou em excesso);
  • Evitar o consumo excessivo de café e de bebidas alcoólicas, especialmente se estiver estressado(a) ou ansioso(a).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ola Amigos, deixe aqui seu comentario