Curiosidades sobre o "Dollar"


Esta é a cédula de dinheiro mais conhecida e manuseada do planeta. Você acha que a conhece? Confira então


A nota de 1 dólar: será que você conhece mesmo esta cédula?
Amigo do blog, esta é a cédula de dinheiro mais conhecida do planeta.
Ela já passou por bilhões, talvez trilhões de mãos desde que foi lançada em sua atual versão, há 55 anos.
Conhecida? Mas será que, apesar dessas incontáveis operações, todo mundo realmente conhece essa cédula? Você conhece mesmo a cédula de 1 dólar?
Confira parte do que ela encerra:
Primeira novidade: a cédula de 1 dólar não é de papel.  O “papel-moeda” de 1 dólar na verdade é dinheiro impresso em folhas especiais que misturam algodão e linho, com pequenas fibras de seda azuis e vermelhas entrelaçadas. É por isso que, quando alguém esquece uma cédula no bolso da roupa que vai para a máquina de lavar, ela escapa ilesa da operação.
Para imprimir as cédulas, o Tesouro americano utiliza uma tinta de mistura secreta, inclui os diversos símbolos constantes do dinheiro e depois submete as cédulas a um processo que lembra o de engomar — o que a torna resistente à água. Finalmente, máquinas especiais “passam” as cédulas, como se passa roupa, para que elas, quando postas em circulação, fiquem com o característico estalar de novas.
Os símbolos
A figura histórica ligada inexoravelmente ao dólar é, como se sabe, a do primeiro presidente, George Washington (1789-1797).
Os símbolos estão por toda parte nas cédulas. No anverso, na parte direita da cédula, por exemplo, fica o principal deles, o selo do Tesouro dos Estados Unidos:
one-dollar-detalhe-verde
O selo do Tesouro dos Estados Unidos
Na parte de cima do selo, a balança significa a necessidade — cada vez mais distante nos dias que correm — de um orçamento equilibrado.
No centro, um esquadro de carpinteiro, ferramente utilizada para planejar cortes precisos. Sugere que há que cortar gastos quando o orçamento não está equilibrado.
Na parte inferior, está a chave simbólica do cofre do Tesouro.
O verso da cédula
No verso da cédula, esses dois grandes círculos, juntos, compreendem o chamado Grande Selo dos Estados Unidos, obra de um grupo de pais da pátria liderados por Benjamin Franklin.

O verso da cédula: os dois círculos significam o Grande Selo, formulado por um grupo de pais da pátria tendo à frente Benjamin Franklin
A pirâmide e seus significados
O círculo da esquerda contém uma pirâmide — nada, naturalmente, relacionado ao Egito. A pirâmide era e é um símbolo utilizado em diferentes culturas e circunstâncias.
É interessante notar que a face oeste da pirâmide é escura. Com isso, os idealizadores do símbolo quiseram significar a interrogação que ainda constituía, para os independentistas situados nas então 13 colônias britânicas da costa Leste do país, o futuro dos territórios do Oeste.
one-dollar-detalhe-anuit
As frases em latim: "Deus ajudou na nossa empreitada" e "uma nova ordem começa". Na base da pirâmide, o ano de da Declaração da Independência -- 1776 -- em números latinos
Notem — até porque é óbvio — que a pirâmide não está concluída. Está como que decepada. O significado seria o de uma nação ainda em construção. No que seria a “tampa da pirâmide”, colocou-se um olho que tudo vê, símbolo ancestral de divindade.
A frase latina annuit coeptis, sobre a pirâmidde, significa algo como “[Deus] colaborou na nossa empreitada”. A outra inscrição latina, novus ordo seclorum, tem o sentido de “uma nova ordem que começa”. Na base da pirâmide, em sua primeira carreira de pedras, está 1776, ano da Declaração de Independência, em algarismos romanos: MDCCLXXVI.
Deus nos símbolos do país, e também na moeda

one-dollar-in-god-we-trust
Apesar de ser uma República laica, lá está também no dinheiro: "Nós confiamos em Deus"
Embora uma República laica, os fundadores da nação decidiram, desde o começo, pela frase “Nós confiamos em Deus” em vários de seus símbolos, inclusive na moeda. A iniciativa foi de Benjamin Franklin, e obteve a aprovação geral.
Uma figura quase onipresente: á aguia americana
A figura que se situa dentro do círculo direito no verso das cédulas está presente em todos os Cemitérios Nacionais dos EUA, bem como na maioria dos monumentos aos heróis. Com pequenas modificações, é o Selo do Presidente dos EUA, e está sempre em posição de grande visibilidade quando o presidente discursa.
Mas muita gente — muitos americanos — não sabem o que significa.
one-dollar-aguia
A aguia americana: ave-símbolo dos EUA
A águia americana — conhecida como “águia careca”, por não ter penachos como outros tipos dessas grandes aves de rapidna foi escolhida como símbolo de vitória por duas razões:
1) é considerado um animal valente, corajoso, que não teme adversários nem as tempestades — até porque tem força e inteligência para voar acima das nuvens;
2) por não ter penacho, é como se não usasse coroa — e o país tinha acabado de romper seus laços com o rei da Inglaterra.
O escudo diante da águia significa tratar-se de um país que pode se defender a si mesmo. A barra horizontal na parte superior do escudo significa o Congresso — um fator de unidade nacional.
O círculo que contém a águia é o mais rico em simbologia contido nas cédulas. A frase latina que sustentada pelo bico da águia, E pluribus unum, que se pode traduzir como “De todos, um”, quer dizer que as 13 ex-colônias britânicas formaram um novo país, os Estados Unidos da América.
Da mesma forma, sobre a águia, as treze estrelas representam as treze colônicas originais que se rebelaram contra a Coroa inglesa.
A águia, como se nota, segura com a garra direita um ramo de oliveira, de um país que deseja paz, mas que não hesitará em ir à guerra para defender seus interesses — a outra garra, que leva um feixe de flechas.